Bala perdida

Bala perdida

Que cruza esta rua tão dorida

Atravessa, também, os lares

E trespassa, de súbito, a vida…

Bala perdida

Que na via silvando anuncia

O temor da insegurança…

O pânico das manhãs!

As balas são mensageiras

De uma morte anunciada…

As balas que são perdidas

Não deviam ser achadas!

Edmar Claudio
Anúncios

Autor: Edmar Claudio

Sou um tradutor de sentimentos, um operário das palavras, um amante das artes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s